Arquivo da tag: criatividade


Anúncios

Cara, se liga nesse comercial que o Binda me mandou…

Publicidade é uma parada sinistra! Fala serio, foda demais.

E os meninos da vila são inegavelmente adoráveis, qualquer um que goste um pouquinho de futebol se encanta. Inclusive.. confesso que fico meio Santista quando o assunto é futebol de São Paulo.


Desculpem por abandona-los durante esses dias,  mas tá mesmo bem complicado. Vida corrida.. militancia de bixo…

Muitas revoluções pessoais em pouquissimos dias. Vou seguindo quase só…


I love Eugenio Recuenco. Acho que esse é meu ensaio preferido de todos os tempos…  Não tenho muita certeza disso pq o Recuenco sempre me surpreende. Mas de qualquer forma apreciem e tenham um ótimo dia.

E… Hey, Hey apple….

“Entre tanta gente chata sem nenhuma graça, você veio”


O fim de semana acaba e com ele se vai minha vida digna e meu ócio criativo…  =/ Mas vamos lá, é preciso força… “Oh vida futura! Nós te criaremos!”

Enquanto isso a última gotinha de domingo com o pé machucado é Marcelo Camelo cantando com aquela vozinha melosa pra eu ir dormir. Pq na segunda estou em viagem militante e não tem nem choro, nem vela…


Ela é linda e quase uma pin up:

O estilo retrô bomba:

Cult bacaninha!?

A gente ouve tanta coisa por ai, que quando me perguntam: já ouviu tal coisa? Eu fico alguns segundos consultando as pastas de música da minha memória. Dai dia desses @meucaroedu twittou um vídeo da Regina Spektor e de cara fiquei encantada pela doçura e pelo piano. Então, como é na vida moderna..  vi vários vídeos e baixei os cd’s e conforme as musicas passavam…  – Aaah, essa eu já ouvi.

Uma boneca, linda como ela só.. Regina tem a leveza necessária a todas as musas. A naturalidade de uma mulher livre. A poesia de quem pode ser chamado de sonhador. Incríveis olhos azuis que suplicam e enfrentam. Enquanto a boca, sempre vermelha, balbucia notas musicais, ironias e confissões.

Russa radicada nos EUA  recebe influencia musical do folk, rock, música clássica e até música judia e russa. Eu só não esperava pelo o bom humor e as pitadas de ironia nas suas composições. Sensivel é uma ótima palavra pra defini-la. Sua musicalidade por vezes me lembra a francesinha que amo,  Camille . Ainda não sei dizer se eu sou fã.. mas gosto de ouvir e minhas noites ao som do piano dela é tomar chá e manter minha paz.

Super recomendo os clips. São lindos, sempre meio nonsences… vou colocar os q eu mais gostei…  Clica ae pra ver:

essa é famosinha

efeitinhooos

esse é muito divertido se liga nas influencias judaicas.

delicado, belissimo me lembra o filme “The science of sleep”