Rita Lee

Se liga na entrevista da professora nesse vídeo. Sobre medicalização excessiva e mais… sobre o tipo de sociedade que estamos construindo.  Excelente!

ps. http://medicalizacao.org.br/

Aceitamos doações

col
Resolvemos tirar nossas coleções da caixinha e colocar na parede.
Fotos 3×4  em sua maioria de ilustres desconhecidos que eu “roubava” por ai e tampinhas de cerveja que o Nandico traz pra casa. Quadrinhos, tinta, “Super Bonde” e voilà…
Mas ainda falta algumas, então se você tem uma 3×4 de um desconhecido ou semi-conhecido ajude a completar o quadrinho. Se você tem tampinhas de cervejas diferentes… dá pra gente?

Móveis

Estou ouvindo a não sei quantas semanas direto por isso compartilho…
O novo Cd do Móveis Coloniais de Acaju “De lá até aqui” mantém o padrão de qualidade e dançabilidade dos anteriores, mas é bem diferente. Um trabalho que me parece mais harmonioso e até mais comedido, com o vocal mais marcado e letras mais claras. Letras que por sinal são bem boas, cheias de sacadinhas e frases especiais, poesia pura. Gostei tanto que nem consigo eleger uma música preferida e a mudança visual também ficou bonita e mais madura. Uma nova faze do Móveis para nós que ficamos mais velhos.
Eu gostei tanto que fiquei mostrando pra todo mundo que encontrava on line, off line, todo mundo mesmo. Se eu ainda não te mostrei, tome…

“Você pode ser infinito
Nem sempre vai saber do futuro

Se todo o mundo diz que é assim
Faz mal só querer viver o agora?

Sei que vão dizer ser impossível
Que outro dia vai nascer corrompido

Se todo o mundo diz que é assim
Melhor eu inventar um mundo novo

Eu, o campo de batalha sou eu
A culpa que me espera morreu
O corpo é onde a luta viveu
Meu campo de batalha sou eu…”

Tudo de bonito guardado para si

Você coleciona imagens? Tudo que vê de bonito na internet quer pra si e salva no computador? Você precisa ter um Pinterest. Quase todo mundo já tem e é muito maneiro. Além de conseguir guardar as imagens com muito mais facilidade porque é só “pendurar” ali no seu quadro de referencias, seguindo as pessoas certas vai aparecer só lindeza no que equivaleria a sua time line do face. No meu caso, salvou a vida e facilitou um monte. http://pinterest.com/midiafraga/boards/   Sem título

Coisa boa

No último carnaval vi Maria Linda Flor de  mascara na mão e flor na cabeça  no meio da multidão..  era toda sorriso bonito que nem nesse clip da música delícia do Silva:

Que coisa boa esses dois né?!

O velho Gullar…

Homem Comum

Sou um homem comum
de carne e de memória
de osso e esquecimento.
e a vida sopra dentro de mim
pânica
feito a chama de um maçarico
e pode
subitamente
cessar.

Sou como você
feito de coisas lembradas
e esquecidas
rostos e
mãos, o quarda-sol vermelho ao meio-dia
em Pastos-Bons
defuntas alegrias flores passarinhos
facho de tarde luminosa
nomes que já nem sei
bandejas bandeiras bananeiras
tudo
misturado
essa lenha perfumada
que se acende
e me faz caminhar
Sou um homem comum
brasileiro, maior, casado, reservista,
e não vejo na vida, amigo,
nenhum sentido, senão
lutarmos juntos por um mundo melhor.
Poeta fui de rápido destino.
Mas a poesia é rara e não comove
nem move o pau-de-arara.
Quero, por isso, falar com você,
de homem para homem,
apoiar-me em você
oferecer-lhe o meu braço
que o tempo é pouco
e o latifúndio está aí, matando.

Que o tempo é pouco
e aí estão o Chase Bank,
a IT & T, a Bond and Share,
a Wilson, a Hanna, a Anderson Clayton,
e sabe-se lá quantos outros
braços do polvo a nos sugar a vida
e a bolsa
Homem comum, igual
a você,
cruzo a Avenida sob a pressão do imperialismo.
A sombra do latifúndio
mancha a paisagem
turva as águas do mar
e a infância nos volta
à boca, amarga,
suja de lama e de fome.

Mas somos muitos milhões de homens
comuns
e podemos formar uma muralha
com nossos corpos de sonho e margaridas.

(Brasília, 1963)